MANUEL PEDRO CARDOSO

(n. 18 de outubro de 1938 / f. 19 de dezembro de 2017)

Foto retirada da página Estudos Bíblicos.

Nasceu em Lisboa mas acabou por exercer a sua atividade pastoral, para a qual foi habilitado a 14 de junho de 1970, não só na sua cidade de origem, de 1973 a 1979, enquanto pastor da Igreja Presbiteriana de Lisboa, como também em diversas congregações reformadas na zona Centro do país, nomeadamente Figueira da Foz, Bebedouro, Portomar, Alhadas e Granja do Ulmeiro. Por razões de saúde, havia suspendido a sua ação pastoral em 2004. Cardoso desempenhou ainda cargos da maior relevância nacional e com impacto internacional, nomeadamente o de secretário-geral do Conselho Português de Igrejas Cristãs de 1984 a 1996.

Para além de ser conhecido pela sua personalidade afável e de bom trato, destacou-se entre os da sua geração pelo labor que dedicou à investigação histórica tendo sido o primeiro a empreender uma história completa do protestantismo português, vertida na obra Por Vilas e Cidades: Notas para a história do Protestantismo em Portugal, na sequência de um outro trabalho anteriormente publicado sobre o mesmo tema. Na sua vertente de historiador, dedicou-se ainda ao estudo histórico de algumas comunidades locais, de onde resultaram diversos trabalhos publicados, como foi o caso para as igrejas presbiterianas de Lisboa – Cem Anos de Vida (reeditado com o título Cristãos Inconformistas), do Bebedouro – O Protestantismo no mundo rural, e da Figueira da Foz – Um Século na Figueira da Foz. Manuel Pedro Cardoso produziu também diversas obras de caráter devocional e pastoral, de onde se destacam Conselho Pastoral, A morte é o fim? e ainda Por um cristianismo transformador e feliz. É, porém, no livro Uma Introdução ao Protestantismo que se encontra o seu mais extenso e sistemático contributo para o conhecimento desta expressão cristã em língua portuguesa. Deixou também a sua marca em dezenas de escritos e artigos publicados fundamentalmente na imprensa protestante.

A sua profunda cultura e preparação académica – estudara no Seminário Evangélico de Teologia, em Portugal, e na Faculdade de Teologia de Lausanne, na Suíça – foi posta ao serviço da docência de teologia prática no Seminário Evangélico de Teologia, onde desempenhou também as funções de reitor.

Faleceu na Figueira da Foz, cidade onde residiu mais de 40 anos.

 

Timóteo Cavaco
(Adaptado de Religionline: “Manuel Pedro Cardoso (18 Outubro 1938–19 Dezembro 2017): Historiador do protestantismo português”.)