Manuel Pedro Cardoso (18 Outubro 1938 – 19 Dezembro 2017)

(fotografia retirada da página Estudos bíblicos sem fronteiras teológicas)

 

Nasceu em Lisboa mas acabou por exercer a sua atividade pastoral não só na sua cidade de origem, de 1973 a 1979, enquanto pastor da Igreja Presbiteriana de Lisboa, como também em diversas congregações reformadas na zona Centro do país, nomeadamente Figueira da Foz, Bebedouro, Portomar, Alhadas e Granja do Ulmeiro. Por razões de saúde havia suspendido a sua ação pastoral em 2004. Desempenhou ainda cargos da maior relevância nacional e com impacto internacional, nomeadamente o de secretário-geral do Conselho Português de Igrejas Cristãs de 1984 a 1996. Para além de ser conhecido pela sua personalidade afável e de bom trato destacou-se entre os da sua geração pelo labor que dedicou à investigação histórica tendo sido o primeiro a empreender uma história completa do protestantismo português, vertida na obra Por Vilas e Cidades: Notas para a história do Protestantismo em Portugal (1998), na sequência de um outro trabalho anteriormente publicado. Dedicou-se ainda ao estudo histórico de algumas comunidades locais como foi o caso das igrejas presbiterianas de Lisboa (1975/2008), Bebedouro (2000) e Figueira da Foz (2001). Produziu também diversas obras de caráter devocional e pastoral tendo, porém, no livro Uma Introdução ao Protestantismo (2005) o seu mais extenso e sistemático contributo para o conhecimento desta expressão cristã em língua portuguesa. Deixou a sua marca em dezenas de escritos e artigos publicados fundamentalmente na imprensa protestante. A sua profunda cultura e preparação académica – estudara no Seminário Evangélico de Teologia, em Portugal, e na Faculdade de Teologia de Lausanne, na Suíça – foi posta ao serviço da docência de teologia prática no Seminário Evangélico de Teologia, onde desempenhou também as funções de reitor.

Timóteo A. J. CAVACO