LANÇAMENTO: <i>Dicionário enciclopédico de instituições protestantes no Brasil</i>

LANÇAMENTO: Dicionário enciclopédico de instituições protestantes no Brasil

«Em 2015, a ideia de um Dicionário Histórco das Instituições Protestantes no Brasil surgiu entre professores da Universidade Presbiteriana Mackenzie e do Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper que, movidos pelas experiências vivenciadas na pesquisa e orientação de monografias e dissertações, perceberam a necessidade de uma obra de tal espectro.

A atuação de instituições protestantes no Brasil quer nas questões sócio-econômicas ou educacionais é inquestionável: sem o envolvimento de protestantes esses fenômenos seriam, decerto, bastante diferentes.

Mesmo com o reconhecimento da importância que as instituições protestantes tiveram no passado e continuam a ter presentemente na vida social, econômica e política, as comunidades acadêmicas, religiosas e culturais brasileiras não dispunham de um instrumento atualizado, crítico e rigoroso que ao mesmo tempo, oferecesse uma visão global e evolutiva destas organizações sociais. Por outro lado, havia um número significativo de denominações eclesiásticas e instituições protestantes que não possuiam sequer sua história publicada.

Após estas considerações, foi criado um grupo para congregar pesquisadores e estudiosos no tema protestantismo hstórico que veio a ser o embrião para a elaboração deste dicionário-enciclopédico. O grupo de pesquisa, que recebeu o nome de Núcleo de Estudos do Protestantismo, foi então organizado em fevereiro de 2016, tendo em sua equipe membros de diversos níveis acadêmicos unidos pelo interesse comum: o estudo do Protestantismo. A Universidade Presbiteriana Mackenzie, com seus 148 anos de história e de influência na área sócio-educacional, polo natural para sediar a pesquisa em protestantismo foi o local ideal para a instalação deste grupo que, ligado ao Centro de Educação, Filosofia e Teologia (CEFT), recebeu amplo apoio do Magnífico Reitor Prof. Dr. Benedito Guimarães Aguiar Neto e do Excelentíssimo Chanceler Rev. Dr. Davi Charles Gomes.

O projeto do Dicionário Enciclopédico de Estudos do Protestantismo foi então submetido à agência de fomento MackPesquisa da Universidade Presbiteriana Mackenzie com um plano de trabalho de dois anos recebendo então os subsídios que garantiram a sua execução.

Feito um levantamento preliminar das instituições protestantes existentes no país, observou-se que a realização de um dicionário que abrangesse todas estas, demandaria um trabalho grande demais para ser realizado de uma só vez. Pontanto, o grupo de pesquisadores optou por dividir as instituições em dois grandes segmentos: instituições educacionais e instituições sócio-culturais.

O primeiro volume do Dicionário Enciclopédico das Instituições Protestantes no Brasil se dedicaria à compreensão das instituições educacionais de origem protestante e, futuramente, os pesquisadores se voltariam à produção do segundo volume, que trataria das instituições sócio-culturais.

Ainda visando uma limitação de seu escopo de ação, optou-se por abordar apenas as instituições cuja origem fosse em denominações protestantes históricas, portanto diretamente ligadas ao movimento da Reforma do século XVI, surgidas no Brasil do século XIX a meados do século XX. Além destas, decidiu-se incluir as instituições educacionais da Igreja Assembléia de Deus e do Exército de Salvação, devido à sua importância no contexto brasileiro.

Para a elaboração deste primeiro volume do Dicionário Enciclopédico das Instituições Protestantes no Brasil, foram contatados Diretores e Reitores das Instituições originárias de denominações protestantes históricas. A autoria de muitos dos verbetes é dos próprios dirigentes das instituições enquanto outros foram escritos por autores designados por estes dirigentes.  Os demais são escritos por pesquisadores que fazem parte do grupo de pesquisa Núcleo do Estudo do Protestantismo e convidados.

Cada autor teve liberdade de conduzir o texto conforme suas preferências literárias ou formação acadêmica, porém todos instruidos para que o texto contivesse obrigatoriamente nome oficial da instituição, outros nomes pelos quais foi conhecida, data de fundação, local, fundadores, figuras históricas relevantes, implantação e crescimento, atividades, produções, organização hierárquica, enquadramento institucional, aspectos relevantes da relação da instituição com o país, elementos da construção da memória histórica (crônicas, relatórios, diários, atas, bibliotecas), síntese da eventual projeção internacional, meios de sustentação, siglas, uniformes e publicações.

Devido a alguns entraves burocráticos em denominações episcopais, não se obteve textos para certos verbetes. Mesmo assim decidiu-se não excluir estas instituições do dicionário-enciclopédico mas representá-las através de um breve texto extraído de seus meios de comunicação públicos. Tais textos foram publicados sem autoria, o que esperamos reverter na segunda edição desta obra.

Com excessão dos verbetes sem autoria, cujas figuras foram extraídas da internet, as ilustrações que acompanham os textos dos demais verbetes foram fornecidas pelos autores e instituições representadas.

Sendo uma obra que contém material inédito certas instituições não possuem muitas fontes bibliográficas disponíveis.  Por vezes há apenas o material arquivado da própria instituição, como seus livros de atas. Sempre que possível foram transcritas as referências bibliográficas existentes para auxiliar futuros estudos sobre estas instituições.

Com este Dicionário oferece-se uma síntese interdisciplinar, informativa e interpretativa, de leitura agradável, que se tornará certamente uma referência segura sobre a atuação do protestantismo no Brasil do ponto de vista acadêmico e cultural. Esperamos que esta obra seja um produto cultural do maior significado e sirva não só como meio de informação e instrumento pedagógico, mas também como referencial de pesquisa acadêmica.

Deixamos aqui nossos sinceros agradecimentos aos colaboradores preciosos que escreveram os verbetes, aos revisores, a equipe da Editora Mackenzie e Direção da UPM, que com seu apoio e esforço conjunto tornaram possvel a publicação deste primeiro volume do Dicionário-Enciclopédico das Instituições Protestantes no Brasil.

São Paulo, junho de 2018
Lidice Meyer Pinto Ribeiro
Alderi Souza de Matos
Marcel Mendes
(organizadores)»


Lidice Meyer Pinto RIBEIRO, Alderi Souza de MATOS, Marcel MENDES
«Introdução»
Dicionário Histórco das Instituições Protestantes no Brasil
São Paulo : Editora Mackenzie, 2019.